Home Novidades

Guardião Jamar

Publicado em 23 de março de 2017 por Jamar

BLOG

Afilie-se ao Colegiado de Guardiões - Clique para mais informações

Estamos no início de um momento único e primeiro na história da Terra; num ponto em que a humanidade passará por eventos que definirá o futuro da espécie humana e a continuidade da vida na Terra. À medida que o planeta se mostra cada vez mais vulnerável à ação do homem tanto numa dimensão física, social, ecológica ou espiritual, o futuro se esboça, na mesma medida, gigante, cheio de caminhos sinuosos, com potenciais perigos mas sobretudo, mostra-se um esboço de uma grande esperança para os espíritos da Terra. Para que a humanidade possa prosseguir sua caminhada, ir adiante, precisamos unir-nos e reunir um número de pessoas cada vez mais comprometidas com o bem da humanidade e cônscias de que podem fazer diferença com seu conhecimento espiritual. Reconhecer que, no meio de uma extraordinária diversidade cultural, social, espiritual e política, somos parte de uma família universal do tronco humano e participantes de uma aldeia global cujo destino são as estrelas.

Juntar-nos para gerar uma forma de energia capaz de fazer frente às necessidades das nações do mundo, formarmos uma comunidade intra e extra-físicas unidas e capazes de fazer diferenças; formatar uma ação conjunta de maneira a influenciar beneficamente os governos e governantes, dando suporte espiritual para que possam levar avante os projetos de governo baseados na ética e respeito aos valores humanos, eis nossos desafios mais prementes.

E para atingir tais propósitos eis que surge a necessidade de treinamento, de desenvolver um sistema no qual todos estejam inseridos, de respeito pela natureza, pelos direitos humanos universais, pela justiça social e o desenvolvimento de uma cultura da paz. É urgente que despertemos nosso embrião de responsabilidade, desenvolvamos os princípios de uma atividade psíquica sadia e estruturada no bem maior da humanidade. É imperativo que os horizontes dos novos homens se estendam muito além das fronteiras atuais, sejam religiosas ou políticas, abrangendo as necessidades de toda a humanidade. E para fazer frente aos desafios espirituais que gravitam em torno de governos e governantes, permeiam as instituições mundiais responsáveis pelo progresso dos povos, precisamos de auxiliares do invisível; de missionários voluntários, de homens de boa vontade, muito mais do que de religiosos e partidaristas.

As forças espirituais que militam nos bastidores tentando impedir o processo evolutivo e a regeneração humana tornam a existência humana algo desafiador e a administração dos governos do mundo, algo difícil de ser sustentado.

A capacidade de auxiliar o mundo e de trabalhar em conjunto com os guardiões do bem da humanidade é uma realidade que precisa ser estimulada. O futuro da humanidade depende muito de uma ação conjunta daqueles que já despertaram para a necessidade de auxiliar de maneira mais ampla os povos da terra; depende da formação de uma atmosfera psíquica saudável a qual poderá ser compartilhada e incentivada pelos humanos nos dois lados da vida.

Uma escolha se impõe neste momento inicial do processo de regeneração: formar uma aliança com os representantes da justiça divina de maneira a trabalhar pelo bem da humanidade principalmente nos bastidores da vida, nas dimensões próximas à física ou arriscar o prolongamento das dores no mundo e do degredo que definirá os papéis com ou sem a nossa participação.

São necessárias mudanças substanciais em nossa forma de encarar o mundo extrafísico e a realidade das influências espirituais num contexto mais amplo do que aquele que estão acostumados. Temos do lado de cá da vida todo um potencial que poderá ser colocado a serviço do homem da terra e do prosseguimento da humanidade terrestre mesmo considerando os tempos de transição que se inicia. Mas para isso ocorra precisamos de agentes do bem; precisamos de pessoas que estejam conscientes e se preparem, embora sem o sentimento de urgência, para evitar erros desnecessários, mas assim mesmo se preparem para auxiliar os guardiões amigos da humanidade, agentes das forças diretoras do mundo. Os desafios políticos, espirituais, sociais, e globais estão intimamente ligados e precisam ser enfrentados de maneira inteligente por aqueles que se comprometem com a evolução do mundo sob o patrocínio do divino Cordeiro.

A fim de atingir estas metas de auxílio à humanidade, de desenvolvermos uma ação conjunta com os nossos parceiros encarnados, é preciso sobretudo desenvolver o sentido da responsabilidade universal, instruindo-se e exercitando as capacidades psíquicas, embrionárias ainda, mas mesmo assim poderosas, para servir de elo entre os amigos do invisível e aqueles que mais precisam de auxílio imediato. Mesmo que vocês sejam cidadãos de países diferentes, são sobretudo, cidadãos do mundo; são seres multidimensionais, agentes da justiça divina, arregimentados no grande exército de Cristo para compartilhar a responsabilidade pelo presente e pelo futuro; pelo que ocorre na terra e nos bastidores, no entorno do mundo físico; nas dimensões próximas ao mundo da crosta. O sentido de parentesco com toda a humanidade, o sentimento de solidariedade, será cada vez mais presente em suas mentes e corações na medida em que viverem de tal maneira com reverência à vida que possam se empenhar em qualquer nível de consciência, de atividade para física ou extra física, a ampliar a capacidade de cada um em doar-se por inteiro ao bem maior de uma humanidade renovada.

Pela primeira vez na história da humanidade terrestre, enfrentaremos juntos um juízo geral no sentido de erradicar da terra os quistos umbralinos de sofrimento e dor e os agentes do caos que se interpõem entre as forças evolutivas da humanidade e a felicidade dos povos do planeta. Pela primeira vez o mundo conhecerá um processo seletivo global feito no seio da própria humanidade, o que causará enormes transtornos inicialmente, para logo depois ser estabelecida as bases de uma humanidade mais cônscia de seus deveres e responsabilidade pelo bioma terrestre que inclui a vida espiritual e a diversidade maravilhosa da vida na superfície do mundo. Tudo isso nos conclama a buscar parceiros no mundo dos homens, dos chamados vivos; parceiros que possam se colocar à disposição das forças superiores do bem e da luz, da evolução e da vida, a fim de, em conjunto, trabalharmos pela implantação da justiça na terra. 

Paz, justiça e esperança,

Jamar, um guardião da humanidade   |   Belo Horizonte, 22 de março de 2013

Afilie-se ao Colegiado de Guardiões da Humanidade

Facebook Email

Comentários

Filtros:
Deixe seu comentário

Buscar

Publicidade

Assine

Arquivos

Fevereiro 2017
Acessar minha conta
Inscreva-se

Mínimo de 8 caracteres contendo letras e números.

Esqueci minha senha
Problemas de acesso?

Veja se o nosso suporte técnico pode te ajudar. Porém, antes de entrar em contato, verifique se já temos a resposta para a sua dúvida.

Entre em contato
via CHAT

ou via Skype
suporte.colegiado